Após falhas, governo vai prorrogar prazo para pagar Simples Doméstico

Após falhas, governo vai prorrogar prazo para pagar Simples Doméstico

  • Posted by Tatiane Slusarenco
  • On 6 de novembro de 2015
  • 0 Comments
  • esocial, Simples doméstico

Depois de reclamações de empregadores e repetidas falhas de estabilidade de sistema nos últimos dias, o governo decidiu prorrogar para 30 de novembro o prazo de pagamento das guias do Simples Doméstico, regime unificado de recolhimento de encargos trabalhistas e tributos.

Portaria dos ministérios da Fazenda e do Trabalho e Previdência Social que foi publicada nesta quinta-feira (5) amplia o prazo de pagamento do tributo, previsto anteriormente para o dia 6.

Os sucessivos erros envolvendo o eSocial, o sistema unificado de recolhimento de tributos para empregadores domésticos, levaram assessores presidenciais a dizerem que o governo mais uma vez criou uma agenda negativa para si.A presidente Dilma Rousseff reclamou com sua equipe que a Fazenda demorou a admitir que as falhas estavam prejudicando os contribuintes e deveria ter recomendado a prorrogação do prazo logo no começo desta semana.

Desde que o sistema foi disponibilizado, no dia 1º de outubro, os patrões relataram dificuldade para acessar o sistema e realizar o cadastramento dos trabalhadores.

Mensagens de erro distintas, processos que precisavam ser reiniciados e até mesmo a coleta de todos os documentos solicitados consumiram horas dos usuários nos últimos dias.

O plano A do governo era encerrar os cadastros de empregados domésticos na última semana de outubro e na sequência disponibilizar a emissão do DAE (Documento de Arrecadação do eSocial) para o recolhimento de encargos e tributos.

Mas a demora nos cadastros e a ausência de punições para quem perdesse o prazo fizeram com que a Receita admitisse o cadastramento até a data-limite para pagamento.

Com a liberação do DAE no domingo (1º) vieram os problemas mais graves. As instabilidades causaram uma série de reclamações nas redes sociais. Boa parte dos usuários queria aproveitar o feriado prolongado para resolver a burocracia, mas os erros no eSocial e a falta de atendimento da Receita no período deixaram os patrões sem saída.

A Receita Federal alegou que as instabilidades enfrentadas pelos usuários eram causadas pela complexidade na comunicação de diferentes bases de dados e sistemas dos órgãos responsáveis pelo Simples Doméstico, mas negou que o sistema tenha ficado fora do ar.

Na terça-feira (3), a Receita informou que, passados três dias, 13% dos patrões haviam tido êxito no procedimento –a metade do prazo inicial para emissão e pagamento do boleto unificado. Esse índice era de 22,9% nesta quarta-feira (4).

Após receber relatório do Serpro (que desenvolveu o sistema) que mostrava que a instabilidade persistia, a Fazenda optou por recomendar a prorrogação do prazo para evitar maiores transtornos.

LONGO CAMINHO SITE ADENTRO

1- Até quando será possível pagar o Simples Doméstico referente a outubro?

O governo estendeu o prazo até 30 de novembro

2- Consegui imprimir a guia? Meu prazo também foi prorrogado?

Sim. É importante lembrar, porém, que pode haver acúmulo de pagamentos, pois no dia 7/12 vencerão também os tributos referentes ao mês de novembro e ao 13º salário

3- Se vou recolher os tributos de outubro só no final de novembro, como faço o pagamento do doméstico? Desconto os encargos?

Independentemente do prazo, o patrão terá que recolher os tributos e, portanto, deve reservar os recursos. Podem ser descontados do empregado a contribuição ao INSS (que varia de 8% a 11%) e o IR (a menor alíquota, para salários acima de R$ 1.903,98 até R$ 2.826,65, é 7,5%)

4- Ainda nem me cadastrei. A prorrogação de prazo vale para o cadastro?

Sim. O novo prazo para se cadastrar, gerar a guia de pagamento e recolher os tributos sem pagar multa é 30/11

5- O cadastramento e a emissão da guia podem ser feitos no mesmo dia?

Sim, a não ser que haja problemas com os dados, caso em que a regularização pode levar até sete dias corridos

Fonte: Folha de São Paulo Fonte da imagem: Google
 

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *