Estudo mostra que empresas sofrem com a velocidade das mudanças tecnológicas

Estudo mostra que empresas sofrem com a velocidade das mudanças tecnológicas

  • Posted by Ana Carolina Camargo
  • On 11 de setembro de 2015
  • 0 Comments
  • avanços, Empresas, tecnologia

tyecnologia

A Capgemini, um dos principais provedores globais de serviços de consultoria, tecnologia e terceirização, e a Sogeti, sua divisão de serviços profissionais, divulgaram os resultados da 7ª edição do World Quality Report (Relatório Mundial sobre Qualidade). Publicado em parceria com a HP, o estudo anual avalia o nível de qualidade das aplicações e testes em diversos setores e regiões.

O relatório deste ano revela que as organizações estão valorizando mais a garantia da qualidade e os testes devido à velocidade da transformação digital, que está contribuindo para o aumento do número de novas aplicações, afetando suas operações. Este ponto foi considerado um obstáculo pelas empresas entrevistadas, uma vez que 55% das empresas identificaram “a mudança rápida da funcionalidade das aplicações” como sendo o maior desafio.

Como tentativa de obter controle sobre a introdução de novas aplicações, o estudo mostra um aumento de 9% das verbas de TI destinadas aos testes e garantia da qualidade em relação ao mesmo período do ano anterior. Deste montante, quase metade (49%) é dedicada à manutenção, cujo foco é tentar garantir que as aplicações sejam adequadas ao negócio. Já os gastos com novos projetos transformacionais caíram 1%, à medida que as empresas começam a direcionar seus investimentos para lidar com a transformação contínua das aplicações.

Gerar uma experiência positiva para os clientes

O Relatório Mundial sobre Qualidade deste ano mostra que as organizações continuam investindo na segurança da integridade dos seus sistemas, com 81% tendo citado este item como sendo o principal motivo para a realização de testes. O aumento da consciência em relação à segurança é impulsionada pela transformação digital, e os testes de segurança se tornaram essenciais para muitas corporações.

No entanto, o papel da experiência do cliente é agora quase tão importante para as empresas, com 79% identificando isso como uma questão fundamental para a garantia de qualidade dos testes. Isso representa uma grande mudança para as organizações, que perceberam a importância cada vez maior de fornecer uma experiência consistente e contínua ao cliente sempre que eles interagirem com a empresa.

“O Relatório Mundial sobre Qualidade deste ano mostra que vivemos em um mundo que muda rapidamente, no qual a experiência do cliente e a flexibilidade são tão importantes quanto acompanhar a transformação digital usando Agile QA e DevOps. Hoje vemos que as organizações estão investindo fortemente em ambientes e dados de testes, priorizando a automação total de todos os ecossistemas. Porém, elas devem evoluir para um ciclo de vida integrado e inteligente de automação e ecossistema de testes, que possa gerar sinergia no que diz respeito à garantia do negócio”, observa o vice-presidente sênior e líder da linha global de serviços de teste da Capgemini, Govind Muthukrishnan.

Ciclos de vida mais curtos exigem maior agilidade

O levantamento deste ano também revelou que, com o aumento dos gastos em atividades de teste e garantia, uma parcela maior do orçamento é dedicada aos princípios DevOps e Agile, sendo que mais da metade (59%) dos entrevistados afirmaram que pelo menos metade dos projetos da organização usam princípios DevOps e 47% usam ambientes virtuais de teste. Enquanto as organizações tentam modernizar suas práticas e procedimentos de testes, elas também precisam lidar com os ciclos de vida cada vez mais curtos de programas e aplicações, que estão causando um aumento da demanda por testes de hardware e infraestrutura: um aumento de 5% desde 2014, para 38%. No entanto, apesar da queda dos gastos com novos projetos transformacionais (- 1%), quase uma em três empresas (29%) pretendem desenvolver Centros de Excelência em Testes (TCoE) nos próximos dois anos.

Novos cargos estão sendo criados para atender à demanda por testes

A maturidade do mercado de garantia de qualidade de testes tem feito com que a função se torne uma operação de negócio crítica. Como um número cada vez maior de organizações tem adotado o DevOps e o Agile, vários cargos estão sendo criados para acompanhar a importância e o tamanho do mercado. Cargos que nunca existiram antes, como engenheiros de teste para desenvolvimento de software, estão surgindo, e a demanda por essas posições deve aumentar, à medida que garantia da qualidade se tornar uma área mais essencial para as operações das organizações.

“As disrupções tecnológicas, como a Internet das Coisas (IoT), big data e mobilidade, estão levando a transformações de negócios mais rápidas do que nunca. As empresas precisam mudar rapidamente para permanecerem à frente, competir e se adaptar ao novo estilo de fazer negócios”, diz o vice-presidente sênior e gerente geral de gestão de fornecimento de aplicativos da HP Software, Raffi Margaliot. “A pesquisa deste ano destaca o quão rápido os líderes de TI estão respondendo a essas megatendências, que têm mudado rapidamente nossa indústria, e o que eles estão fazendo para atender à demanda sem comprometer a qualidade das aplicações e a experiência do usuário”, complementa o executivo.

 

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *