Um truque da mente para você enganar o medo

Um truque da mente para você enganar o medo

  • Posted by Ana Elisa Butigelli
  • On 9 de outubro de 2015
  • 0 Comments

Um pequeno truque da Programação Neurolinguística e Neurociência para ajudá-lo a conseguir mais.

Vamos falar a verdade, você quer mais. Muito mais! O ser humano, ao natural, é inconformado, faz parte do sistema neural dele. Foi assim, por sinal, que evoluímos, afinal nossa biologia precisa se alimentar, descansar e reproduzir. Mas, complexos do jeito que somos (para não falar chatos) resolvemos querer mais: o famoso desejo.

Porém, algo que sempre me intrigou no comportamento das pessoas é a vontade de que coisas incríveis aconteçam, oportunidades apareçam, novos amores e tantas coisas, sem ao menos se moverem para isso.

Vou explicar com um argumento muito simples. Se você vai para uma balada, busca começar um relacionamento. Quando chega, você fica em um canto do bar, tomando algo e não toma iniciativa de ir conversar com ninguém. Quantas pessoas você poderá conhecer melhor? Apenas aquelas que vieram até você.

Porém, se na mesma situação, você resolve que irá observar bem as pessoas, seus comportamentos e aquelas que achar interessante você tentará conversar e saber um pouco mais sobre, quantas pessoas agora você poderá conhecer melhor? Todo o bar, ora, pois você não está esperando.

Agora imagine isso com empresas, amizades, mentores…

Parece simples, mas é muito o que tem acontecido: as pessoas querem novas conquistas, oportunidades, amores e tanta coisa, mas fazem isso esperando. E a única possibilidade é escolher entre o que veio. E isso é muito pouco!

Agora, se na sua mente existe tatuado o pensamento de ir atrás daquilo que quer, o mundo é seu cardápio de ofertas. Mas tem aquele pequeno detalhe: é a coragem de ir até aquilo que busca.

Aqui vai o pequeno truque, muito eficiente, que mencionei no início do artigo. Ao notar uma situação que você tem medo, por exemplo, aquela do bar ou ir até uma empresa prestigiada solicitar uma oportunidade, pense o seguinte:

  • Porque eu seria babaca de não tentar? Liste 3 atitudes. [o melhor é escrever: “Eu seria babaca por causa disso…”]
  • Como eu me sentiria se eu conseguisse?
  • O que eu aprenderia se desse tudo errado?

OBS.: quanto mais você pensar e sentir isso, melhores serão os resultados.

Por mais simples que pareça, essa é uma técnica muito poderosa, pois: o seu ego não quer pensar que você é babaca (por isso o uso dessa palavra), mostra que a não ação tem fortes motivos para tornar você assim e ajuda a repudiar o comportamento de não fazer nada. Na segunda pergunta, você alimenta o desejo de conseguir e sua mente já processa como seria, aumentando ainda mais a certeza de ousar. Por fim, a última pergunta serve para você analisar que, mesmo dando errado, você pode ganhar com isso, diminuindo seu receio do fracasso.

Caso você esteja se perguntando “Ora, mas eu vou ter mesmo mais resultados?”, óbvio, se você conseguir aquilo que tentar, ótimo, era o que queria. E se não conseguir, maravilha, terá grandes aprendizados que lhe farão evoluir. O que não vai adiantar é ficar parado.

Agora, eu te desafio – O qual você seria um babaca se não tentasse, depois desse artigo… #mandabala #boasorte #vainafé #arrebenta.

Estou torcendo por você e lembre-se o que digo muito para amigos e em palestras – “O maior vilão das nossas vidas é o medo de se arrepender”.

Fonte: Administradores.com – Por Bruno Perin

 

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *