Uso de extintor em automóveis passa a ser opcional

Uso de extintor em automóveis passa a ser opcional

  • Posted by Ana Carolina Camargo
  • On 18 de setembro de 2015
  • 0 Comments
  • denatran, extintor

noticia_105423

A partir de agora, o extintor de incêndio não é mais um item obrigatório em automóveis dentro do Brasil, sejam eles carros de passeio, caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus ou os de transporte de produtos inflamáveis. A obrigatoriedade foi criada em 1968 e entrou em prática dois anos depois, em 1970.

De acordo com Alberto Angerami, presidente do Contran e diretor do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, a decisão foi tomada após diversos encontros com os fabricantes fabricantes de extintores, corpo de bombeiros e da indústria automobilística.

A Associação Brasileira de Engenharia Automotiva disse que dos 2 milhões de sinistros em veículos cobertos por seguros, apenas 800 tiveram incêndio como causa e, apenas 24 deles usaram o extintor na ocasião.

Segundo o Denatran, várias inovações tecnológicas ajudaram no processo de liberar os carros do uso do extintor. Entre eles, o corte automático de combustível em caso de colisão, a localização do tanque de combustível fora do habitáculo dos passageiros e a flamabilidade de materiais e revestimentos, entre outras.

“Nos ‘test crash’ realizados na Europa e acompanhados por técnicos do Denatran, ficou comprovado que tanto o extintor como o seu suporte provocam fraturas nos passageiros e condutores”, garantiu Angerami.

Para quem já tem ou vai comprar um extindor de segurança, vale salientar que o modelo indicado é o ABC,  destinados a combater fogo da classe A (sólidos combustíveis) B (líquidos e gases combustíveis) e C (equipamentos elétricos energizados). Cada peça tem duração máxima de cinco anos e, ao final do prazo, o mesmo deve ser descartado e substituído por um novo.

Porém, em determinados veículos o uso ainda será obrigatório. Nesses casos, quem for flagrado sem o extintor no carro ou com ele vencido deverá pagar uma multa de R$ 127,69 e perder cinco pontos na carteira de habilitação.

 

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *